quinta-feira, junho 25, 2009

O Verbo




Já se sabe que o Verbo (a palavra) contém poderes construtivos ou destrutivos.
Desde a Gênese bíblica que as demonstrações verbais criam e destroem as coisas.
Criou-se, com o verbo, o firmamento.
Uma palavra bendita pode curar.
Uma palavra jogada ao vento pode espalhar-se a todos os cantos.
Uma palavra maldita pode causar estragos irreparáveis.

Estas ultimas, são as mais preocupantes, pois ao se proferir coisas negativas, a destruição é rápida e eficaz. Reconstruir as coisas após um desastre destes, necessitará de muito gasto energético, maior até do que aquele que foi dispendido na construção.

A responsabilidade está intrínseca a cada coisa dita. A boca é a porta da salvação ou da destruição.

2 comentários:

Eliene Dantas disse...

Olá garoto, passei para olhar o novo post e dizer que vai ter que pensar um pouquinho pra descobrir quem é ela... rsrs

bj de Fera "procê"!

Elaine disse...

Olá!
Isso é bem verdade: a palavra tem uma força e um poder que se nós tivéssemos consciência as mediríamos com mais cuidado...
Beijos bom domingo.

Related Posts with Thumbnails